Arquivo para outubro, 2016

Posted in Sem categoria on 21/10/2016 by nacao
Sempre me pego pensando sobre minhas atitudes. Sempre.
É um hábito corriqueiro que as vezes demanda muito tempo e também muito da minha sanidade mental. Mas não tem jeito, só quem sofre de ansiedade sabe como é absurda a nossa capacidade de pensar em n desdobramentos possíveis de uma simples atitude que você tomou ou uma palavra que você falou. Foda, né?
As vezes acho que é por isso que eu gosto tanto de fumar. Aquele barato que dá de que o mundo entra em slow motion e a sensação de que tudo está em paz e bem chega a ser reconfortante no final.
Paz. É isso que eu tanto tento buscar. Paz e equilíbrio pra que eu interaja da melhor forma possível com todos ao meu redor e seja uma pessoa boa.
Afinal, acho que todo mundo no fundo quer ser bom, né? Não do tipo bobão inocente da vida, mas bom do tipo que faz o bem para pessoas. Alguém que vai deixar uma impressão no seu micro mundo.
Sinto mais uma vez a sensação de que estou novamente estagnado no tempo. Todo dia parece ser o mesmo dia e só o relógio pra me dizer em que mês estamos. Should I stay or should I go? Mas também é tão boa a zona de conforto…
Sei lá.
Hora de mais um café.

Posted in Sem categoria on 09/10/2016 by nacao

Como seria viver a vida em família em um comercial de margarina?
Sair com os amigos e se divertir como o comercial de cerveja.
Amar igual os grandes blockbusters?
.
Queria eu, poder abrir uma lata de refrigerante
e espalhar a felicidade por ai.
Por aqui.
.
A realidade é cruel demais.
Dura, frígida e sofrida
Não é fácil se relacionar com gente diferente de você
não é fácil se relacionar até mesmo com você.
.
Viver é nadar num oceano:
vislumbramos maravilhas,
coisas inenarráveis.
A cada braçada nos tornamos mais fortes
mais prevenidos
para não ter cãibras e se afogar.